A mente de Hitler

Hitler jamais foi promovido nos quatro anos em que esteve no front. Há indícios de que uma das razões para isso tenha sido o fato de ter sido flagrado em comportamentos homossexuais  Em 1943, em plena segunda Guerra Mundial, o Escritório de Serviços Estratégicos (Office of Strategic Services) dos EUA, órgão precursor da CIA, desejou...

Diversidade étnica nas escolas e racismo

Foram divulgados, recentemente, os resultados de uma interessante pesquisa realizada na Inglaterra pela London School of Economics (LSE) e pela Bristol University sobre a diversidade étnica nas escolas. O estudo (relatório disponível em: https://goo.gl/vXRga7) foi feito em quase cem escolas públicas inglesas, envolvendo 4 mil alunos britânicos, de dez anos de idade, brancos, negros e...

Educando para a felicidade: a experiência dinamarquesa

Brincar é uma das primeiras condições da aprendizagem, porque decisiva para o desenvolvimento de  habilidades sociais Há vários indicadores que medem o desenvolvimento das sociedades. Um deles, proposto pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) das Nações Unidas, mede o nível de bem-estar em uma amostra de 38 países (Better Life Index)....

Para sair do pântano

No livro A Casa & a Rua, há um capítulo onde Roberto DaMatta examina o romance Dona Flor e seus Dois Maridos, de Jorge Amado. A história ilustra as posições de DaMatta sobre nossas características sociológicas e sua recusa às explicações dualistas, do tipo “ou isso ou aquilo”. O que não funcionaria entre nós, porque...

O TESTE DO MARSHMALLOW

Um dos experimentos mais conhecidos na Psicologia contemporânea é o chamado Teste do Marshmallow, desenvolvido pelo psicólogo Walter Mischel e sua equipe, originalmente em 1970, na Escola Bing Nursery da Universidade de Stanford (CA, EUA). Na experiência, crianças entre 4 e 6 anos eram conduzidas a uma sala onde recebiam um doce (normalmente um marshmallow)....

OS LIBERAIS DO PELOTÃO

O Brasil vive a pior crise dos últimos 30 anos, não apenas quanto ao presente de recessão, desemprego, corrupção e desmoralização da política, mas quanto ao futuro de incerteza e desesperança. Crises são vividas esporadicamente por todos os países e o Brasil já passou por muitas delas. O que torna a atual crise particularmente grave...