As palavras no jornalismo

Os sentidos repousam nas palavras. É preciso acordá-los para que as palavras saiam pelo mundo e se encontrem com outras para a comunicação e a produção do conhecimento. Cada palavra possui uma cota de sentidos, contra o que se insurge a poesia. Em um verso, é como se as palavras tivessem enlouquecido. Na verdade, não...

Carabineros e Brigada: sobre a confiança nas polícias

Apesar de uma história marcada por denúncias de violência desmedida, especialmente durante a ditadura de Pinochet, a polícia militar chilena (carabineros) já foi uma das instituições nacionais mais bem avaliadas pela população, contando, em 2017, com uma taxa de confiança de 77%. Hoje, esse indicador despencou para 35%. A instituição mais bem avaliada no Chile, atualmente, é...

Seleção de psicopatas

O que os Procuradores Federais encontraram nos presídios do Pará, sob intervenção de uma Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) formada por determinação do Ministério da Justiça, é coisa da qual ainda não se tinha tido notícia. Que a tortura seja prática recorrente em prisões brasileiras, até as pedras sabem. Que as próprias condições de encarceramento...

Mundos paralelos

Um dos fenômenos mais impressionantes de nossa época é a formação de “mundos paralelos” onde as convicções se robustecem sem que seus habitantes percebam que vivem progressivamente apartados da realidade, mergulhados em uma bolha de significados radicalmente falsos. Antes das redes sociais, o processo mais significativo de informação se dava na esfera pública delineada pelas...

Para além do ódio e do cinismo

Democracia e República são noções complexas. No Brasil, entretanto, elas sempre foram ficções situadas mais propriamente na ordem do discurso. A materialidade de ambas está corporificada na Constituição Federal, mas não na cultura; está presente nas solenidades, mas não nas prisões; vale nos discursos de governantes, parlamentares, magistrados, promotores, mas, com frequência, não em seus...

O Povo contra a Democracia

Há livros recentes especialmente importantes para que possamos compreender o fenômeno da ascensão da extrema-direita no Brasil e em vários outros países. “Como Funciona o Fascismo, de Jason Stanley (LPM, 206 p.) e “Como as Democracias Morrem”, de Steven Levitsky e Daniel Ziblatt (Zahar, 272 p.) são referências fundamentais. A obra mais impactante, entretanto, é...